top of page

Case: inovação e os banheiros transparentes de Tóquio

Atualizado: 28 de nov. de 2021



A princípio, a ideia pode até parecer um pouco bizarra, mas, se pararmos para analisar, podemos perceber várias vantagens dessa invenção...


 

Os "banheiros transparentes" fazem parte de um projeto de um parque público em Tóquio no Japão, que é reconhecido como um dos países mais limpos do mundo, onde até os banheiros públicos possuem um padrão de limpeza mais alto do que a média.


O objetivo do experimento é quebrar o paradigma de que os banheiros públicos precisam ser sujos, fedidos, escuros e assustadores e para isso os responsáveis pelo projeto envolveram dois importantes conceitos de inovação: a tecnológica e a social.


A inovação tecnológica está presente nesse projeto pois as paredes são feitas de um vidro especial que se torna opaco toda vez que alguém tranca a porta para utilizar o local. Essa tecnologia tanto garante a privacidade de quem está utilizando o ambiente como também permite que as pessoas que estão passando nas proximidades percebam as condições de higiene e limpeza do ambiente antes de utilizá-lo.


Já a inovação social está relacionada ao experimento do uso da tecnologia para otimizar o convívio nos centros urbanos, uma vez que estruturas como essa permitem que a própria população atue como "vigilante" da limpeza dos locais, usando o constrangimento como motivador para manter o ambiente limpo e bem cuidado.


Além disso, a estrutura com paredes transparentes também pode diminuir a possibilidade de ataques de assédio ou outras surpresas inconvenientes, uma vez que é possível visualizar o que há dentro do banheiro antes de entrar no local.


 

Iniciativas como essa estão diretamente ligadas a construção de cidades inteligentes e sustentáveis, pois é importante lembrar que para ser uma cidade "smart" não basta somente utilizar a tecnologia, mas sim descobrir formas de incentivar os próprios cidadãos a conservar o património público e a participar da construção de ambientes coletivos e inovadores.


"Se, a princípio, a ideia não é absurda, então não há esperança para ela" - Albert Einstein

Acompanhe os próximos posts para conhecer mais cases sobre inovação!

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page